Damas de Ouro no Pirata Bar

17/09/2009 às 05h09 - Portal Pirata

Damas de Ouro no Pirata Bar

Damas de Ouro no Pirata Bar

Nesta segunda-feira, 14 de setembro, 158 participantes do 8º. Campeonato de Voleibol Master Feminino Damas de Ouro estiveram no Pirata. Sob a organização de Eliane Lima e Elene Barbosa, o evento ocorre pela 2ª. vez em Fortaleza – em 1999 a cidade já havia sediado os jogos.

Há 18 anos um grupo de ex-atletas resolveu montar um campeonato para times de vôlei feminino formado por “moças” com mais de 50 anos. “Muitas ex-jogadoras permaneciam no esporte com o intuito de manter a boa forma física e as amizades com atletas dos ex-clubes”, conta Eliane. Seleções de nove estados – Ceará, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul - participam dos jogos que vão do dia 13 a 19 de setembro.

Maria Dulce Tiziane, de 60 anos, joga vôlei há 49 anos e é a jogadora mais velha do evento. A atacante conta que descobriu o vôlei ainda no colégio, aos nove anos. Um ano depois passou a jogar num clube e, nos anos 60, foi integrante da seleção paulista de vôlei feminino.

“Participei de diversos campeonatos mas o melhor foi o que aconteceu aqui em Fortaleza, em 2000. Foi o mais animado e mais organizado”, conta Maria Dulce. Ela destaca ainda a importância do evento como fator de intercâmbio cultural entre os estados. A banda Forró Pé de Chinelo toca a música “Panela Velha” do trio Parada Dura e Maria Dulce comenta “essa música é para nós” correndo para se juntar ao grupo super animado que dança em frente ao palco do Pirata.

O técnico da equipe de Natal, Ademir Soares de Lira, destaca esta alegria de viver como o diferencial das jogadoras master em relação aos grupos de outras idades que também já treinou. “Elas estão chegando na 3ª idade, mas são cheias de pique, sérias, dedicadas e muito competitivas. Buscam qualidade de vida, saúde e boa forma. Hoje, minha maior alegria é treinar essas ‘meninas’”, comenta emocionado. Ademir esteve no Pirata há 10 anos atrás e fala sobre as reformas feitas no lugar. “Mudaram o local do palco, né? Achei estranho quando entrei aqui hoje, mas mudou para melhor, o lugar está lindo”, elogia.

Para a festa de confraternização do campeonato deste ano Eliane e Elene organizam a “Festa das Cores” onde cada estado será representado por uma cor a ser usada pelos times dos mesmos. Como recordação, a dupla encomendou um livro em cordel contando a história do campeonato Damas de Ouro – desde sua criação aos dias atuais. Foi criado também o “Hino das Damas” que, caso seja aprovado pela comissão técnica, será o hino oficial do campeonato brasileiro.

Rua dos Tabajaras, 325 - Fortaleza, CE

pirata@pirata.com.br

+55 (85) 4011-6161

Fique por dentro de tudo!